Hey geeks! Como vai a semana de vocês?

Agora no Natal as lojas de brinquedo ficam abarrotadas, tanto de pessoas quanto de novidades né? Adoro visitar as lojas pra ver os lançamentos e tal, e esses dias fiquei encantada na sessão de Barbie, com aquela coleção Fashionista que dá pra trocar a parte de cima… moh legal!

Na minha época não tinha essas coisas não, quando lançavam uma Barbie com rabo de sereia já era “oooooohhhh!” nhauiahiuhaiuhaiuhaiua! Enfim, o post de hoje é sobre a Barbie que cresceu numa época mais conturbada que essa e com sérios distúrbios. Sério.

Um clássico “old but gold“, o fotógrafo Mariel Clayton retratou a Barbie como uma mulher de realidade bem transtornada, por vezes assassina, por vezes suicida, então se você se impressiona fácil ou se é menor de 18, melhor nem abrir. Não me responsabilizo por infâncias destruídas! XD


Geeeeeeentche tô em choque com algumas dessas imagens o_o’ que horror >___>

A melhor parte é o sorrisinho bobo dela, tipo… rodeada de sangue e cabeças nhaiuhaiuhaiuhauihuaihiua muito psicopataaaa XDD

Ainda bem que não vendem dessas nas lojas de brinquedos, né? o_o

Kissus!!!!

  1. Fiama says:

    CARACA meoooo, que do MAL! shaisuahsiauhsiua, achei um sarro algumas ;p Olha a criançada como se diverte! õ/

    • Anonymous says:

      Sabemos que não podemos agradar a todos, mas então porque se deu ao trabalho de olhar o post já que não o aprovava?? Além do mais, teve um aviso em destaque no início do texto. 
      Estamos apenas divulgando uma produção interessante e curiosa de um artista, assim como de costume no blog. 
      Somos a favor da liberdade de expressão, é muito importante sabermos a opinião do público, mas no mínimo merecemos RESPEITO. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>