Olá geekissers!

Dei uma sumida por aqui, mas é que to bem ocupado com TCC. Eu sei que não é da conta de vocês, mas hoje vim com uma matéria bem divertida, hahaha.

Com certeza os/as gamers daqui já se perguntaram por onde anda alguma franquia de games ou sente saudades de quando essa franquia fazia sucesso e hoje tá pedindo esmola na central de games do fliperama perto de casa (quem viu Wreck-it Ralph?).
Vi á no Blog do DJ Rodney, então vamos nessa ver as 10 franquias que eram sucesso e não vão voltar tão cedo (ou talvez nunca mais).

10 – Killer Instinct: Sim, Rare, olhamos para você e seu Kinect Sports. Não te amamos mais, beijo. Aproveito e falo de Battletoads pra não ter mais um post no teu nome.

9 – Streets of Rage: Não tem mais Yuzo Koshiro fazendo Dance Music, desistam.

8 – Mega Man: A própria Capcom não quer mais saber dele. Nem em Ultimate Marvel vs Capcom 3 o colocaram. Imagina fazer um novo grande jogo sem ter de reinventar tudo e matar os poucos fanboys de agonia por terem mexido em tudo.

Megaman

 

7 – Legacy of Kain / Soul Reaver: A história acabou, aceitem. A própria produtora tinha morrido e voltou agora com Tomb Raider. Rezem muito, mas muito mesmo para ter algo no mesmo universo.

OBS: Vocês sabiam que este jogo tinha sido DUBLADO???

6 -Chrono Series (Trigger / Cross): Square Enix foi ali fazer outro side story de Final Fantasy 13 ou Kingdom Hearts e mandou duzentos beijos. Falou também que tá curtindo a grana que Tomb Raider, Hitman e Sleeping Dogs tá dando, mas ainda não está pagando cafezinho pra ninguém.

5 – Bust-a-Move (de dança, Bust a Groove nos EUA): HAHAHAHAHAHAHAAHA² O jogo era legalzinho, da leva de jogos de ritmo do PS1. Trilha sonora foda no primeiro, de gosto duvidoso no segundo (sim, Kitty-N, estou falando com você). Joguinho bobinho, da época que duas pessoas tinham saco pra jogar versus algo que não fosse de luta.

OBS2: Não sei porquê, mas acabei me lembrando desse jogo mesmo nunca tendo jogado. Acho que já vi alguém jogando isso.

4 – Rock ‘n Roll Racing: Admita, era um bom jogo. Talvez um remakezinho, vai… Mas e alguém pra produzir isso?

3 – Rival Schools: Mesmo caso de Megaman. Talvez até um pouco pior… Criaram toda uma geração de personagens carismáticos pra depois não fazerem mais nada com eles. Darkstalkers se safou bem dessa por apelo popular. Agora que saiu, vamos ver se vende e talvez eles lembrem desse jogo. A engine antiga porém, é totalmente broken.

2- Osu! Tatakae! Ouendan! ou Elite Beat Agents: Essa foi uma franquia que veio rápido e morreu rápido. Sucessão no começo, versão americana totalmente diferente da japonesa, veio bombando também. A continuação japonesa veio, vendeu menos e ficou por isso mesmo. Foi a época em que o Nintendo DS era novidade, mas hoje em dia virou jogo de otaku fedido sentado no chão em evento de anime. No máximo.

OBS3: Nada contra os otakus, mas tem uns que extrapolam.

1- Sonic: OPA, PERA.

1- Banjo-Kazooie: Agora a coisa ficou séria. O único jogo no Nintendo 64 que competia diretamente com Super Mario 64 e era realmente bom. Analisando o conceito do jogo, tudo bem que era collecta-ton o jogo inteiro, mas se analisarmos isso e tentarmos colocar numa estética atual, teríamos um Batman: Arkham City com animaizinhos fofinhos. Precisamos mesmo disso hoje em dia? Pelo menos seria melhor que ficar brincando de lego com carrinhos, né?

Menções Honrosas:
– Conker’s Bad Fur Day;
– Primal Rage;
– Panzer Dragoon;
– The King of Fighters;
– Space Channel 5;
– NiGHTS;
– Alan Wake;
– Sonic COMO ISSO VEIO PARAR AQUI?

 

É isso, geekissers! Espero que tenham gostado do post.

Até mais!

  1. Janette says:

    Banjo-Kazooie <3 Ainda tenho meu 64 e a fita desse jogo, em perfeito estado! *-* Mas sou frustrada por não ter a parte dois, o Banjo-Tooie!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>