“Isso é tudo que eu sei:

Meu nome é Budo

Faz cinco anos que eu existo

Cinco anos é muito para alguém como eu existir

Max colocou esse nome em mim

Max é o único ser humano que pode me ver

Os pais de Max me chamam de amigo imaginário

Eu adoro a professora do Max, a senhora Gosk.

Eu não gosto da outra professora do Max, a senhora Patterson.

Eu não sou Imaginário.”

Esse é um dos livros que me acharam atenção. Eu nunca tinha lido sobre ele, nem ouvido falar dele, mas o título me chamou atenção na livraria e resolvi comprar… e quando percebi, muita gente estava lendo! Como o próprio titulo mostra dessa vez vamos acompanhar a história da perspectiva da historia pela visão do Budo, isso me chamou muito a atenção pois sou apaixonado pela mansão Foster para amigos imaginários. Max é uma criança com Autismo e tem dificuldade para se relacionar com os outras pessoas, e tenta se adaptar ao mundo a sua maneira, enquanto o mundo tenta se adaptar a ele… Em certos momentos do livro podemos ver como é difícil não só para Max e Budo, mas para os pais de uma criança com autismo que acabam sofrendo de forma indireta oque o filho passa.

“Max não gosta de gente da mesma forma que as outras pessoas gostam.Ele gosta das pessoas,mas bem de longe”

Budo é o único que entende completamente Max, e é seu melhor amigo, e quando Max corre perigo graças a uma professora com más intenções Budo é o único que pode salva-lo. Apesar de Budo ser imaginário, ele tem tantos medos como qualquer um de nós, Budo tem medo de ser esquecido,de não ser mais necessário… mas acima de tudo isso, ele ama seu “humano imaginário” Max e tem promessas a cumprir… proteger Max, mesmo que seu amigo ache que não precisa disso…

…Imaginário ou não, a amizade é verdadeira e é isso oque importa!

Apesar de não ser uma historia ao todo feliz é adorável saber tudo sobre ficar empacado, como a senhorita Gosk é uma boa professora e até mesmo sobre o cocô extra… Esse é um livro especial, assim como Max!

É daqueles livros que vamos guardar junto com “A culpa é das estrelas” e “As vantagens de ser invisivel” . Se cuidem e me contem oque vocês andam lendo também!

GENTE, depois que digitei essa matéria descobri que dia 2 de Abril é dia da conscientização do Autismo, então todos devem vestir azul

Quem quiser acompanhar o que eu ando lendo, pode me adicionar no Skoob: skoob.com.br/usuario/945991

  1. Nathália Novikovas says:

    Keeeeei, gostei do livro!
    Se você for uma pessoa boa e me emprestar esse também <333333333 IUHAUEIAHEUIAHIUEAHUEHAUIE

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>