Hey geeks!

Esse post é um pouco diferente do que costumo postar aqui no blog, mas esses dias me deparei com uma fotografia de uma intervenção artística em Chernobyl e não dava pra não achar – apesar de tudo – belo.

A foto que eu vi é do trabalho do artista francês Combo , que se aventurou pela cidade “proíbida” para um projeto especial: nas paredes da cidade abandonada, ele fez uma série de colagens de cartazes de promoção e propaganda de energia nuclear, incluindo uma enorme colagem dos Simpsons e a usina nuclear de Springfield. O projeto me chamou muito a atenção pela ironia e todo o significado que isso adquire naquele cenário de destruição nuclear.

simpsons-chernobyl

Tchernobyl-street-art-combo-1

Tchernobyl-street-art-combo-2

Fiquei super interessada em encontrar mais imagens do trabalho dele e comecei a pesquisar mais fotos, e fiquei impressionada com algumas fotografias – de vários fotógrafos e turistas que visitam as cidades destruídas pelo desastre nuclear – que fui encontrando.  Ao mesmo tempo que a maioria das imagens é extremamente triste e até chocante, fiquei pensando em como os designers e diretores de arte de video games e filmes deveriam visitar estes lugares para se inspirarem em cenários e tudo mais.

Não me julguem, hauhauahua! Não estou dizendo que em algum momento isso seja uma coisa boa, mas já que existe né, é uma fonte riquíssima para pesquisa e inspiração!

ABandoned School - Chernobyl

A radioactive sign hangs on barbed wire outside a café in Pripyat.

escada-chernobyl

palacio-da-cultura-pripyat

Esse é o Palácio da Cultura de Pripyat! o_o omg…

Chernobyl, Exclusion Zone, Ukraine. Empty  gymn and sports centre. Pripyat Town built 15 years before the Chernobyl reactor fire.

pripyat-batebate

pripyat-escola

Escola é sacanagem X_X

roda-gigante-pripyat

Chernobyl obviamente é uma localidade mais famosa, mas muitas destas fotos são de uma cidade próxima à central nuclear de Chernobyl chamada Pripyat, que fica no norte da Ucrânia, e é uma verdadeira “cidade fantasma”, com edifícios de apartamentos, hospitais, escolas e até parques cheios de objetos “deixados para trás”, como brinquedos, roupas, e as mais diversas coisas, que resultam nessas fotos incríveis e, convenhamos, altamente perturbadoras.

Ai, vou acabar esse post porque já estou ficando deprimida aqui. Hauhauhauhua! Mas fica aí a dica para quem se interessa em buscar referências para artes, fotos, cenários e… sei lá, quer fazer um filme de zumbis. 😛

Kissus!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>