Hey geeks!

Sabem – meio “desabafando” aqui – eu vejo muito frequentemente transtornos psicológicos e de humor sendo tratado com, digamos, “pouco caso” por muita gente, como se fosse “frescura”. A depressão, por exemplo, é muito banalizada e vista por muitas pessoas como se fosse apenas “tristeza”. O transtorno depressivo maior não é só um ‘humor triste’ gente, é uma condição duradoura, que dura a maior parte do dia (se não o dia todo), durante quase todos os dias, por semanas ou anos, com uma intensidade muito maior da tristeza habitual, além de ter muitos sintomas específicos. Ou seja, depressão não é tristeza ou frescura, ou desânimo apenas. É uma doença que precisa ser tratada.

E por isso eu achei super legal a idéia do The Depressed Cake Shop, que é um projeto de caridade fundado pela Miss Cakehead no formato de uma loja pop-up de doces e bolos em Londres, onde são vendidos “doces para depressivos”.

Cada bolinho é cinza por fora, com uma cor vibrante e bonita por dentro. A intenção do movimento é aumentar a conscientização da doença mental, e estimular a discussão e tratamento da depressão. Quando perguntaram para  a fundadora Emma Thomas “por que fazer comida?” ela respondeu que o motivo é que cozinhar é considerada uma atividade terapêutica para quem sofre de depressão. Então faz sentido, né?

depressed-cake1

depressed-cake2

depressed-cake3

depressed-cake4

depressed-cake5

depressed-cake6

depressed-cake7

depressed-cake8

depressed-cake9

depressed-cake10

depressed-cake11

depressed-cake12

depressed-cake13

Adorei a iniciativa, acho que deveriam fazer “campanhas” assim em todo lugar! Ainda mais de uma forma literalmente gostosa! hahahaha Mas acho que eu ficaria pior ainda se pegasse aquele “biscoitinho da infortúnio” (chamado de “misfortune cookie” pela criadora, bem adequado) ali… credo! Esse último bolinho escrito “i’m fine” também foi muito bom! Gostei bastante da idéia de fazer as comidas cinza por fora, e coloridas por dentro!

Os bolos à venda serão feitos tanto por profissionais quanto amadores, e serão abertas as lojas pop-up por todo o Reino Unido este mês. Todo o lucro das vendas será revertido à instituições de cuidados à doenças mentais e sessões de culinária em grupo, como terapia. <3

Quem comeria um doce cinza desses? Eu adoraria hahaha!

Kissus!

  1. Giovanna Carla Papa says:

    Eu não sei se sou depressiva, ainda não procurei ver isso. Mas tenho picos de tristeza enormes, e sei que muita gente sofre desse mal. A iniciativa dessa loja foi ótima! Devia ter em todos os lugares!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>