“Na minha opinião,todo mundo tem seu milagre.Por exemplo,muito provavelmente eu nunca vou ser atingido por um raio,nem ganhar um Prêmio Nobel,nem virar ditador de uma pequena ilha do Pacífico,nem ter um câncer terminal de ouvido,nem sofrer combustão espontânea.Mas,se você levar em conta todos os eventos improváveis,é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós.Eu poderia ter presenciado uma chuva de sapos.Poderia ter pisado em Marte.Poderia ter sido engolido por uma baleira.Poderia ter me casado com a rainha da Inglaterra ou sobrevivido a meses a deriva no mar.Mas meu milagre foi diferente,Meu milagre foi o seguinte:De todas as casas em todos os candados diferentes da Flórida,eu era vizinho de Margo Roth Spiegelman.”

CidadesDePapel

    Dos quatro livros lançados pelo Jhon Green,esse é o terceiro que aparece por aqui,Cidade de Papel foi um pouco decepcionante em alguns aspectos,mas como é dito varias vezes no livro “A trajetória é melhor que a chegada” ou algo do gênero.Mais uma de suas super moças e um herói um tanto quanto estranho do Green.

    A historia é narrada por Quentin um garoto simples,daqueles que não costumam chamar atenção e passam sempre despercebidos,mas sua vida vira de cabeça para baixo quando sua amiga de infância aparece em sua janela no meio de uma noite vestida como uma ninja (e alegando ser uma) e o convida para um passei pela cidade em nome da Vingança.E após uma noite cheia de confusões (Me senti na Sessão da Tarde agora) ele acredita que as coisas mudaram entre eles… que voltaram a ser amigos como quando eram crianças,e ela simplesmente desaparece deixando para trás algumas migalhas a serem seguidas.Pois esse é tipo de garota que ela é,não basta adorar o mistério,É preciso viver!

    E como todo jovem herói deve fazer,Quentin junta seus amigos e parte em busca de Margo… ou talvez do que restou dela… Com um final um quanto inesperado e um pouquinho decepcionante,vale a pena se apaixonar por Margo Roth Spiegelman e afinal,oque aconteceu com ela?

Até a próxima e voltem para tomar um chá comigo e falar sobre o livro!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>